Arquivo da tag: grito rock

5ª Edição do Grito Rock Fortaleza Começa no CUCA Che Guevara

Quatro bandas locais e uma da Amazônia sobem no palco na primeira etapa da 5ª edição do Grito Rock Fortaleza. Pela segunda vez consecutiva o evento ocupa o Cuca Che Guevara, na Barra do Ceará.

A quinta edição do Grito Rock Fortaleza começa no dia 17 de fevereiro (sexta-feira), a partir das 17h e a entrada é gratuita. A primeira etapa do festival ocupa pela segunda vez consecutiva no Cuca Che Guevara, na Barra do Ceará. Considerado o maior festival integrado da América Latina, este ano o Grito acontece em 200 cidades brasileiras e 10 países (cidades das três Américas e Europa).


Na capital cearense, sobem primeiro no palco quatro bandas locais: Quilombo Favela, Mano Ala, Innosense e Insônia Musical; e uma de Manaus (AM), a banda Alaídenegão, que traz influências musicais que variam do brega ao rock, da música latina ao psicodélico.

A segunda etapa musical do evento acontece no dia 4 de março no Brom’s, e terá a banda Forgotten Boys (SP) além de outras atrações locais que serão divulgadas durante a semana.

Confirme presença no evento

Além dos shows, acontecem diversas ações que reforçam o caráter de integração das artes no festival. O Grito.Doc (registro audiovisual do evento), cabine fotográfica, projeção de vídeos e exposição das obras de artistas visuais que
estão participando da campanha ExpoGrito. Este último tem como objetivo gerar circulação nacional de trabalhos visuais.

Será realizada também a cobertura colaborativa, que está disponibilizando 10 vagas às pessoas que tenham interesse em participar da comunicação do evento.  A participação é livre e não é necessário ter experiência na área. Para se inscrever, basta preencher o formulário através do link http://migre.me/7OXnb


O Grito Rock Fortaleza é produzido pela Casa Fora do Eixo Nordeste e pela Rede 
Ceará de Música, através do Panela Discos


SERVIÇO:
1a etapa do Grito Rock Fortaleza
Local: Cuca Che Guevara – Avenida Presidente Castelo Branco, 6417 – Barra do Ceará
Horário: 17h
Entrada Gratuita
Bandas:
Alaídenegao (AM)
Quilombo Favela (CE)
Innosense (CE)
Mano Ála (CE)
Insônia Musical (CE)
Informações(85) 3262 5011
Imprensa: Laura Morgado (lauramorgado@foradoeixo.org.br)


MAIS SOBRE O GRITO ROCK

Idealizado em 2002, em Cuiabá, pelo Espaço Cubo – um dos coletivos que deu origem ao Fora do Eixo -, o Festival Grito Rock é uma alternativa ao Carnaval e uma plataforma independente de circulação. Este ano, o projeto ocorre de 17 de fevereiro a 17 de março e reúne produtores de 200 cidades e 10 países, o que representa um aumento significativo em relação a 2011, quando 130 cidades e 7 países sediaram o festival.

As edições de cada cidade são produzidas de forma interdependentes, e tudo, principalmente a logística entre elas, é construído colaborativamente com o propósito de tornar sustentável a circulação de artistas, agentes, produtores, produtos e tecnologias.
GRITO ROCK INTERNACIONAL

Reflexo da conexão com diversos países latinos, este ano o Grito Rock se soma a 10 países e se estabelece em 14 cidades estrangeiras. Vários representantes da América do Sul e Central participam da décima edição: Honduras, Costa Rica, Guatemala, Argentina, Bolívia, Colômbia, Chile, Honduras e Nicaragua, além de Los Angeles e Braga (Portugal).


GRITO ROCK EM NÚMEROS

Até o momento foram registradas 203 inscrições, sendo que 61 cidades estão realizando o Grito Rock pela primeira vez. Entre os produtores, 38 estão na Região Sul, 36 da Região Nordeste, 81 no Sudeste, 13 no Centro Oeste e 19 na Região Norte. Boa parte desses produtores ainda não desenvolveram relação com o Fora do Eixo, mostrando que o projeto transcende o Circuito e atrai produtores diversos para a realização do Festival. Em 2011, pela primeira vez, o Grito Rock foi executado nos 26 estados brasileiros e em outros 7 países (com cidades da América do Sul e Central). Para 2012 já são 10 países, incluindo o continente europeu e o México.
Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Grito Rock procura produtores para edição 2011

Ação do Circuito Fora do Eixo realizará o maior festival colaborativo da América Latina, ultrapassando a marca das 80 cidades

O Circuito Fora do Eixo lança a Campanha “Faça sua cidade gritar também! Promova o maior festival integrado da América Latina”, voltada à conexão de mais produtores para o desenvolvimento criativo da edição em diferentes cidades da América Latina. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas online entre 26 de Novembro e 11  de Dezembro.

O Grito Rock é um festival que acontece durante o Carnaval em várias cidades simultâneamente, com o foco na promoção de artistas independentes. Em 2011, o festival acontecerá de 25 de Fevereiro a 28  de março.

O projeto conectou em 2010 mais de 80 pontos, apresentou 500 bandas independentes, gerou a série Grito Doc – documentário colaborativo com 17 episódios distribuídos semanalmente pela Internet, e ainda desenvolveu asCampanhas Hospedagem Solidária e Transmita o seu Grito, ampliando ainda mais o seu público, que foi em torno de 50 mil pessoas espalhadas por todo o país.

Para a nona edição, a continuidade das campanhas já implantadas se fazem presentes, com a inserção de mais pontos produtores e mais cidades, inclusive espalhadas por toda América Latina, formando assim uma grande teia de trocas solidárias e conhecimento em prol da produção do maior festival em rede do mundo!

Os produtores selecionados contarão, a partir de dezembro de 2010, com a plataforma Toque no Brasil para facilitar a curadoria do seu Grito Rock, bastando a criação do seu perfil e a disponibilização de seu evento no TNB para os artistas se inscreverem.

Para participar é simples, basta ler o regulamento, preencher o formulário e estar disposto a integrar a Equipe do Projeto. Mais informações no site gritorock.com.br .

Dúvidas, mais informações e entrevistas em gritorock2011@foradoeixo.org.br

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Compacto.Rec

O Compacto.Rec, em mais uma edição apresenta nesse mês de novembro o lançamento do disco “Parte de nós”, primeiro álbum de Diego Morais e o Sindicato de Goiânia.

Diego Morais iniciou sua trajetória na musica como baterista tocando em algumas bandas em Senador Canedo, município vizinho à Goiânia. Em 2006 Diego começou a tocar suas próprias composições e, juntamente com a sua irmã, fez uma série de apresentações pela cidade. Em 2007 venceu o concurso TACABOCANOCD e como prêmio o gravou um Ep chamado Reticências…, lançado no mesmo ano pelo coletivo Fósforo Cultural, e foi nesse momento que encontrou o Sindicato e se reuniram para um único show, e desde então permanecem juntos. Também em 2007 participaram de um concurso promovido pelo site TramaVirtual em parceria com a Revista Capricho, que lhes rendeu a gravação de uma faixa nos Estúdios da Trama. Desde então Diego de Moraes e O Sindicato já se apresentaram em grandes festivais, como a Virada Cultural, em São Paulo, os Festivais Goiânia Noise, Bananada e Vaca Amarela em Goiânia, além de terem tocado no Jambolada, em Uberlândia e nos festivais Calango (Cuiabá – MT), Móveis Convida (Brasília – DF), Varadouro (Rio Branco – AC), Feira da Música (Fortaleza-CE), e firmaram-se como um dos mais criativos grupos da cena independente nacional.

O Compacto.Rec é um projeto de lançamento mensal de álbuns virtuais em rede com o objetivo de estimular a circulação e distribuição de bandas da cena independente brasileira. Os agentes que integram a equipe são oriundos dos mais distintos lugares do país que, através da internet trabalham em conjunto executando toda a pré-produção do Compacto.Rec: uma compilação com músicas, letras, release, fotos, vídeo, banners e avatares, que são divulgados em todos os veículos de comunicação integrados ao Circuito Fora do Eixo

Esse ano o Compacto.Rec trouxe diversos lançamentos que deram ênfase ao projeto, como a paranaense Nevilton, a mineira Uganga, deu destaque a Coletânea Grito Rock América do Sul 2010, lançou o primeiro material solo do Jair Naves, ex-Ludovic, realizou no mês de outubro seu primeiro lançamento internacional com o álbum “YYY” da banda Falsos Conejos de Buenso Aires (ARG) e recentemente foi contemplada pela Bolsa Funarte de Reflexão Crítica e Produção Cultural para Internet.

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized