Arquivo da tag: cuca che guevara

5ª Edição do Grito Rock Fortaleza Começa no CUCA Che Guevara

Quatro bandas locais e uma da Amazônia sobem no palco na primeira etapa da 5ª edição do Grito Rock Fortaleza. Pela segunda vez consecutiva o evento ocupa o Cuca Che Guevara, na Barra do Ceará.

A quinta edição do Grito Rock Fortaleza começa no dia 17 de fevereiro (sexta-feira), a partir das 17h e a entrada é gratuita. A primeira etapa do festival ocupa pela segunda vez consecutiva no Cuca Che Guevara, na Barra do Ceará. Considerado o maior festival integrado da América Latina, este ano o Grito acontece em 200 cidades brasileiras e 10 países (cidades das três Américas e Europa).


Na capital cearense, sobem primeiro no palco quatro bandas locais: Quilombo Favela, Mano Ala, Innosense e Insônia Musical; e uma de Manaus (AM), a banda Alaídenegão, que traz influências musicais que variam do brega ao rock, da música latina ao psicodélico.

A segunda etapa musical do evento acontece no dia 4 de março no Brom’s, e terá a banda Forgotten Boys (SP) além de outras atrações locais que serão divulgadas durante a semana.

Confirme presença no evento

Além dos shows, acontecem diversas ações que reforçam o caráter de integração das artes no festival. O Grito.Doc (registro audiovisual do evento), cabine fotográfica, projeção de vídeos e exposição das obras de artistas visuais que
estão participando da campanha ExpoGrito. Este último tem como objetivo gerar circulação nacional de trabalhos visuais.

Será realizada também a cobertura colaborativa, que está disponibilizando 10 vagas às pessoas que tenham interesse em participar da comunicação do evento.  A participação é livre e não é necessário ter experiência na área. Para se inscrever, basta preencher o formulário através do link http://migre.me/7OXnb


O Grito Rock Fortaleza é produzido pela Casa Fora do Eixo Nordeste e pela Rede 
Ceará de Música, através do Panela Discos


SERVIÇO:
1a etapa do Grito Rock Fortaleza
Local: Cuca Che Guevara – Avenida Presidente Castelo Branco, 6417 – Barra do Ceará
Horário: 17h
Entrada Gratuita
Bandas:
Alaídenegao (AM)
Quilombo Favela (CE)
Innosense (CE)
Mano Ála (CE)
Insônia Musical (CE)
Informações(85) 3262 5011
Imprensa: Laura Morgado (lauramorgado@foradoeixo.org.br)


MAIS SOBRE O GRITO ROCK

Idealizado em 2002, em Cuiabá, pelo Espaço Cubo – um dos coletivos que deu origem ao Fora do Eixo -, o Festival Grito Rock é uma alternativa ao Carnaval e uma plataforma independente de circulação. Este ano, o projeto ocorre de 17 de fevereiro a 17 de março e reúne produtores de 200 cidades e 10 países, o que representa um aumento significativo em relação a 2011, quando 130 cidades e 7 países sediaram o festival.

As edições de cada cidade são produzidas de forma interdependentes, e tudo, principalmente a logística entre elas, é construído colaborativamente com o propósito de tornar sustentável a circulação de artistas, agentes, produtores, produtos e tecnologias.
GRITO ROCK INTERNACIONAL

Reflexo da conexão com diversos países latinos, este ano o Grito Rock se soma a 10 países e se estabelece em 14 cidades estrangeiras. Vários representantes da América do Sul e Central participam da décima edição: Honduras, Costa Rica, Guatemala, Argentina, Bolívia, Colômbia, Chile, Honduras e Nicaragua, além de Los Angeles e Braga (Portugal).


GRITO ROCK EM NÚMEROS

Até o momento foram registradas 203 inscrições, sendo que 61 cidades estão realizando o Grito Rock pela primeira vez. Entre os produtores, 38 estão na Região Sul, 36 da Região Nordeste, 81 no Sudeste, 13 no Centro Oeste e 19 na Região Norte. Boa parte desses produtores ainda não desenvolveram relação com o Fora do Eixo, mostrando que o projeto transcende o Circuito e atrai produtores diversos para a realização do Festival. Em 2011, pela primeira vez, o Grito Rock foi executado nos 26 estados brasileiros e em outros 7 países (com cidades da América do Sul e Central). Para 2012 já são 10 países, incluindo o continente europeu e o México.
Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

PROGRAMA ENTREPONTOS NO CUCA CHE GUEVARA BARRA DO CEARA

Entre os dias 11 a 23 de Fevereiro e 3 e 4 de Março, aconteceu no Cuca Che Guevara na Barra do Ceará, o Programa Entrepontos (Programa Integrado de Desenvolvimento para os Profissionais de Música do Ceará), desenvolvido e realizado pela Associação de Produtores de Cultura do Ceará (Prodisc) , Midia Mix Comunicaçao e  Rede Ceará de Música (RedeCem).

O curso comandado por Marcus Franchi (Fora do Eixo Brasília – DF) e Ivan Ferraro (RedeCem e Prodisc-Ce), e coordenaçao de Valeria Cordeiro (Midia Mix-Ce),tem como objetivo compartilhar e disseminar a profissionalização de pessoas dentro da area artistica cultural. O programa busca estimular o desenvolvimento sustentável de negócios na musica e cultura cearense, fortalecendo os mecanismos necessários à promoção e desenvolvimento dos produtos musicais já existentes. O público-alvo do programa são os músicos, técnicos, produtores e pessoas que querem cultivar, conduzir e gerir negócios relacionados à Cadeia Produtiva da Música e suas vertentes culturais numa perspectiva solidária.

Nesta edição do ENTREPONTOS  em Fortaleza contou com a participação de cerca de 60 pessoas, entre eles estudantes, músicos, produtores e interessados no desenvolvimento e realização de eventos, pessoas essas que com suas peculiaridades, souberam desenvolver com clareza e determinação o exercício final do curso que envolveu a organização da quarta edição do Grito Rock Fortaleza, evento local associado ao Grito Rock América Latina – o maior festival de música integrado do continente, realizado anualmente durante o período carnavalesco em 130 cidades, sendo divididos em três frentes de trabalhos, PRODUÇÃO,COMUNICAÇÃO e TÉCNICA, nas oficinas de Técnicas de Palco e Montagem de Estrutura; Noções de Comunicação na Produção Cultural; e Produção Cultural e Gestão de Carreiras, que contou com o apoio de facilitadores como  Felipe Gurgel (Jornalista); Thaís Andrade (Produtora- Caldeirao das Artes); Lucas Gurgel (Proodutor ACR); Fernando Figueiredo (Produtor e Diretor de Estruturas e Palco) e Chicão (Rodie e Tecnico de Som) sendo esses últimos  substituídos nos exercícios práticos com desenvoltura por Fernando (Biruta) e Marquinhos (Tecnico de Som Cuca), por conta de compromissos carnavalescos dos mesmos.

A programaçao do curso seguiu da seguinte forma:

11 e 12 de fevereiro – Preparação e estímulo para as oficinas, discussões ampliadas sobre economia da cultura, produção cultural coletiva, arranjos produtivos locais e modelos de redes colaborativas (a exemplo, sobretudo, do Circuito Fora do Eixo).

15 a 19 de fevereiro – Realização das oficinas, palestras e planejamento para o laboratório prático. No dia 17 de fevereiro , houve uma visita guiada ao Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura. A visita fez parte da programação das oficinas

24 de fevereiro e 3 de março – Reuniões para acompanhamento das atividades do laboratório

4 de março – Finalização do laboratório com a realização do Festival Grito Rock no Cuca Che Guevara

Desde 2010 o programa  ENTREPONTOS vem sendo realizado pelas as cidades do interior do Ceará promovendo a integração e qualificação de porfissionais da cultura, já em 2011 após a edição de Fortaleza, segue para mais uma etapa do projeto em novas cidades.

Por Gabriela Reis

 

2 Comentários

Arquivado em Uncategorized

Turma do ENTREPONTOS CUCA parte para realização do Grito Rock Fortaleza

Com o término das oficinas no último sábado (19), o ciclo do Entrepontos do Cuca continua. As três turmas agora estão responsáveis pela organização da quarta edição do Grito Rock em Fortaleza. O Gritoé um festival que reúne, em 2011, mais de 130 cidades do Brasil e da América Latina integradas na realização – antes, durante e após o período carnavalesco. A “perna” fortalezense acontece no próximo dia 4 de março (sexta, véspera de Carnaval), no próprio Cuca da Barra do Ceará.

Além do aprendizado teórico-prático das oficinas de Comunicação, Produção e Técnica, os participantes assistiram palestras com relatos de experiências e ampliaram suas noções de economia da cultura e de trabalho coletivo. Os argumentos compartilhados tiveram ênfase na trajetória do Circuito Fora do Eixo. Inclusive, parte dos articuladores nacionais do Fora do Eixo conheceram a dinâmica do Entrepontos, já que estavam em Fortaleza acompanhando o Encontro Nacional da CUFA (também encerrado no último sábado, dia 19).

Agora, as turmas têm o desafio de conseguir levantar a realização do Grito Rock a partir de princípios de sustentabilidade e uso de novas tecnologias de comunicação, como a lista de emails do grupo, batizada de “Arte Entre Cucas”. Como referência de evento trabalhado coletivamente, alguns participantes tiveram como acompanhar, enquanto público, a realização da Noite Fora do Eixo na Sabiaguaba, na última sexta (18).

O tempo é curto e o trabalho precisa correr, tanto que a presença virtual do festival já começou a ganhar corpo desde este último domingo (20). Siga o twitter do Grito Rock Fortaleza: @gritorockfort. E adicione o festival no Facebook.

Confira o que falta para o término das atividades do primeiro Entrepontos de 2011:

24 de fevereiro e 3 de março – Reuniões para acompanhamento das atividades do laboratório de organização do Grito Rock Fortaleza

4 de março – Finalização do laboratório com a realização do festival Grito Rock no Cuca Che Guevara

 

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized